Matemática > Notícias

 

Biênio da Matemática joga foco no ensino da disciplina que é grande desafio para o país

Em março de 2010, Hilário Alencar, já presidente da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), reuniu-se com o então presidente da Capes, Jorge Guimarães, e com Marcelo Viana, atual diretor-geral do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA). Em certo momento, Guimarães disparou: “Não entendo como a matemática brasileira tem altíssimo nível, prêmios, excelentes matemáticos e grande inserção internacional, mas uma educação básica tão deficiente”. E arrematou: “Por que vocês não fazem nada pela educação básica?”.

A provocação fez com que os professores se mexessem, liderando esforços para melhorar não só o ensino, mas a imagem da disciplina entre alunos, professores, famílias e na sociedade. Em 2011, foi lançada a primeira turma do mestrado profissional em matemática (ProfMat), sob a batuta da SBM, que já coordenava com o IMPA, desde 2005, a Olimpíada Brasileira de Matemática de Escolas Públicas (Obmet). Em novembro de 2016, o Congresso Nacional proclamou por lei o “Biê­nio da Matemática 2017-2018 Gomes de Sousa”, com uma série de eventos programados para popularizar a matemática, formar e aperfeiçoar professores e incentivar o estudo da disciplina (Leia mais ao fim da reportagem).

Essas iniciativas têm buscado superar um dos calcanhares de aquiles da educação nacional: a má aprendizagem em matemática. Os resultados dos estudantes brasileiros caminham a passos lentos no Pisa (Programa de Avaliação Internacional de Estudantes). Em 2012, último ano em que a prova teve ênfase em matemática, apenas 1% dos alunos brasileiros alcançou notas acima de 5 na escala que vai de “menor de 1” a “6”. Menos de 4% dos estudantes brasileiros têm nota igual ou superior a 4, resultado adequado para o exercício de profissões tecnológicas e científicas. Para ver a reportagem completa, clique em mais detalhes.

Fonte: sBM | 24.04.2017 | mais detalhes